sexta-feira, 30 de setembro de 2011

PAI NOSSO

SEXO E DESTINO: SINOPSE - Capítulo 4


=^.^=SENTA QUE LA VEM MAIS HISTÓRIA!!! Sejam bem vindos! Ao nosso querido grupo de estudos, sintam-se abraçados, beijados e acolhidos no nosso cantinho de reflexão

Cap 4 – O marido infiel, junto da amante é sincero. Porém, a amante, calculista...
O Autor espiritual, em certo ponto da narração, reconhece que se concentrando no casal de amantes, em censura e expectativa maliciosa, agravou-lhes o apetite sexual. Isso nos mostra que até mesmo Espíritos já trilhando o bem não podem se entregar à curiosidade enfermiça... (*)
Há um drama envolvendo a amante que, quase arrependida, não sabe que decisão tomar. Surge inesperadamente no cenário doméstico um Espírito evoluído, o qual A.Luiz tem a impressão de já conhecer...
(*) André Luiz confessa remorso por essa sua atitude imprópria. Fica para nós sublime lição de humildade, lição maior até mesmo que o próprio ensinamento de tal procedimento inconveniente.




fontes: http://www.institutoandreluiz.org & http://grupoacaminhodaluz.blogspot.com

DÚVIDAS, COMPLEMENTAÇÕES, OPINIÕES, ETC... SÃO BEM VINDAS!!!SÓ ESCREVER NA CAIXINHA ABAIXO ^.~ ÓTIMO FINAL DE SEMANA A TODOS, COM MUITA LUZ, PAZ E AMOR!!! ABRAÇOS FRATERNO

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

EVANGELHO NO LAR


TRISTEZA
“Porque a tristeza, segundo Deus, opera arrependimento para a salvação, o qual não traz pesar; mas a tristeza do mundo gera a morte.” — Paulo. (2ª EPÍSTOLA AOS CORÍNTIOS, capítulo 7, versículo 10.)
Conforme observamos na advertência de Paulo, há “uma tristeza segundo Deus” e outra “segundo a Terra”. A primeira soluciona problemas atinentes àvida verdadeira, a segunda é caminho para a morte, como símbolo de estagnação, no desvio dos sentimentos.
Muita gente considera virtudes a lamentação incessante e o tédio continuado. Encontramos os tristes pela ausência de dinheiro adequado aos excessos; vemos os torturados que se lastimam pela impossibilidade de praticar o mal; ouvimos os viciados na queixa doentia, incapazes do prazer de servir sem aguilhões. Essa é a tristeza do mundo que prende o Espírito à teia de reencarnações corretivas e perigOsaS.
Raros homens se tocam da “tristeza segundo Deus”. Muito poucos contemplam a si próprios, considerando a extensão das falhas que lhes dizem respeito, em marcha para a restauração da vida, no presente e no porvir. Quem avança por esse caminho redentor, se chora jamais atinge o plano do soluço enfermiço e da inutilidade, porque sabe reajustar-se, valendo-se do tempo, a golpes benditos de esforço para as novas edificações do destino.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

SEXO E DESTINO: SINOPSE - Capítulo 3

=^.^= Sejam bem vindos! Ao nosso querido grupo de estudos, sintam-se abraçados, beijados e acolhidos no nosso cantinho de reflexão.

Cap 3
– Somos acompanhados de perto pelos desencarnados aos quais nossa vida e nossos atos se entrelaçam...
Obs – Sugerimos ida ao “O Livro dos Espíritos”, de Allan Kardec: questão n° 459...
Um marido situa a amante como enfermeira da esposa doente... tal o doloroso quadro que o sogro (desencarnado há 40 anos!) testemunha e pelo qual se desespera e sofre.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
NEMÉSIO/28 (e) – Tem 60 anos. Marido de Beatriz. Amante de Marina.
OLÍMPIA/29 (e) – Pessoa pobre, empregada do casal Nemésio-Beatriz.





DÚVIDAS, COMPLEMENTAÇÕES, OPINIÕES, ETC... SÃO BEM VINDAS!!!SÓ ESCREVER NA CAIXINHA ABAIXO ^.~
ÓTIMO FINAL DE SEMANA A TODOS, COM MUITA LUZ, PAZ E AMOR!!!
ABRAÇOS FRATERNO :D

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

TUM TUM TUM - MÚSICA ESPIRITUAL iNFANTIL - Elizabete Lacerda

EVANGELHO NO LAR ** LIVRO CAMINHO VERDADE E VIDA



ORIGEM DAS TENTAÇÕES

“Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria
concupxacência.” — (TIAGO, capítulo 1, versículo 14.)
Geralmente, ao surgirem grandes males, os participantes da queda
imputam a Deus a causa que lhes determinou o desastre. Lembram-se, tardiamente de que o Pai é Todo-Poderoso e alegam que a tentação somente poderia ter vindo do Divino Desígnio.
Sim, Deus é o Absoluto Amor e tanto é assim que os decaídos se conservam de pé, contando com os eternos valores do tempo, amparados por suas mãos compassivas As tentações, todavia, não procedem da Paternidade Celestial.
Seria, porventura, o estadista humano responsável pelos atos desrespeitosos de quantos inquinam a lei por ele criada?
As referências do Apóstolo estão profundamente tocadas pela luz do céu. “Cada um é tentado, quando atraido pela própria concupiscêncía.”
Examinemos particularmente ambos os substantivos “tentação” e “concupiscência”. O primeiro exterioriza o segundo, que constitui o fundo viciado e perverso da natureza humana primitivista. Ser tentado é ouvir a malícia própria, é abrigar os inferiores alvitres de si mesmo, porqüanto, ainda que o mal venha do exterior, somente se concretiza e persevera se com ele afinamos, na intimidade do coração.
Finalmente, destaquemos o verbo “atrair”. Verificaremos a extensão de nossa inferioridade pela natureza das coisas e situações que nos atraem.
A observação de Tiago é roteiro certo para analisarmos a origem das tentações.
Recorda-te de que cada dia tem situações magnéticas específicas.
Considera a essência de tudo o que te atraiu no curso das horas e eliminarás os males próprios, atendendo ao bem que Jesus deseja.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

SEXO E DESTINO: SINOPSE - Capítulo 2

:D Sejam bem vindos! Ao nosso querido grupo de estudos, sintam-se abraçados, beijados e acolhidos no nosso cantinho de reflexão.

Cap 2 – Uma doente, preste a desencarnar, relembra a infância e a morte do pai, a quem tanto amava e ama. Encontramos aqui mais uma referência à Medicina do futuro: os diagnósticos serão muito mais precisos, pois o exame alcançará também o perispírito do doente. (Como já mencionamos a Apometria em outras sinopses, não o faremos aqui).
Os Espíritos têm condições de auscultar a vida dos desencarnados; estes, por indução daqueles, revelam suas telas mentais, como se estivessem se autobiografando.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
AMARO/20 (d) – Médico que assiste Beatriz, amparando-a.
FÉLIX (“Irmão FÉLIX”)/20 e 37 (d) – Espírito evoluído. Diretor de Instituto Espiritual em NL. Tem longa experiência médica. Protetor familiar (no lar de Cláudio Nogueira).
MARINA/22 (e) – Jovem. Contadora. Amante de Nemésio (marido de Beatriz). Vive em dicotomia passional, entre o amante e o filho dele...
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
anamnese/23 = (subst.fem.) – reminiscência, recordação;



DÚVIDAS, COMPLEMENTAÇÕES, OPINIÕES, ETC... SÃO BEM VINDAS!!!SÓ ESCREVER NA CAIXINHA ABAIXO ^.~
ÓTIMO FINAL DE SEMANA A TODOS, COM MUITA LUZ, PAZ E AMOR!!!
ABRAÇOS FRATERNO :D

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Patologia e espiritismo

Hoje a medicina moderna não vê o ser humano como um organismo somente, ela procura ver o der como organismo e pensamento (1).
Existe uma trindade universal composta por três elementos : Deus, espírito e matéria. Mas para que o espírito possa atuar sobre a matéria é necessário que exista um intermediário, sendo este um elemento de suma importância chamado de fluído cósmico universal (2).
Plasma divino, hausto do Criador, elemento primordial em que vibram e vivem constelações e sóis, mundos e seres. É o principio material do universo, do qual se derivam todas as coisas materiais mediante alterações e combinações ainda insondáveis.As matérias derivadas do fluido universal apresentam-se no estado sólido, líquido,gasoso e fluídico propriamente dito, também chamado de fluido espiritual, tanto que enquanto os três primeiros podem ser manipulados pela mão do homem, o último é sensível ao poder do pensamento e da vontade dos espíritos (André Luiz).
Quem estudou a medicina chinesa entende que possuímos um corpo energético, onde interferências energéticas vão agir nos sintomas e isso pode não aparecer nos exames clínicos convencionais em termos orgânicos (1).
Alguns biólogos estudam campos campos mórficos os campos morfomagnéticos que no espiritismo entendemos como campos vibratórios. A oração, os programas que assistimos, alegria, tristeza, discussão eles criam em sua casa e em si mesmo um campo vibracional que você se alimenta dele. É interessante antes das consultas ao médico você pedir proteção no ambiente do consultório, pois o médico pode ficar sensível ao seu campo vibracional e de desencarnados e fazer uma consulta deficiente (1).
Os livros que lemos, os programas que assistimos, os pensamentos que emitimos formam um campo vibracional em torno de nós e do qual somos alimentados por ele. No evangelho segundo espiritismo existe um capitulo atribuído ao bem sofrer e mal sofrer, a maneira como enfrentamos nossos problemas, ajudam ou atrapalham nosso sistema imunológico no combate das doenças (1).
Sitarei aqui apensas alguns exemplos:
  • Câncer: Numa medicina alemã, chamada nova medicina, e um de seus pesquisadores chamado doutor Romer, ele relata que a maneira com que você lhe da com um trauma emociona, faz com que as células se defendem e essa resposta imunológica pode vir a ser um câncer futuramente, ele alega que o câncer é uma resposta biológica de sobrevivência,A maneira como você se prepara espiritualmente para seus conflitos, ajuda seu sistema imunológico a combater doenças (1).
  • Síndrome do pânico : pode ser resultante de uma anomalia fisiológica em responder a uma situação de stress ou desordens vibracionais causadas entre encarnados e desencarnados (1). Quem nunca se perguntou: Nossa não sei por que quando estou perto de uma certa pessoa, me sinto tão mal ou quando estou em um certo lugar...?
  • Transtorno Obsessivo compulsivo : Caracterizado devido a um ritual diário que a pessoa necessita para que afastar um perigo que a pessoa acredita ser eminente (3).
Uma pessoa possui uma lesão em determinada área do cérebro que causa esse tipo de doença, ou alguns espíritos aproveitando da fragilidade dessa pessoa e devido a uma pendência passada, por exemplo uma pessoa que fez algo “sujo” , então ele fica emitindo um pensamento onde a pessoa deve se limpar até se livrar daquela “sujeira” (3).
Como se prevenir das doenças?
Mesmo as doenças das quais já estamos programados para ter, podemos amenisa – las, e dependendo do mérito até evitá-las a receita é:
  • Reforma íntima;
  • Evangelho no lar;
  • Consultas e exames periódicos;
  • Manter bons pensamentos;
  • Procurar um tratamento espiritual em centros espíritas reconhecidos pela FEB ( Federação Espírita do Brasil;



Bibliografia:
1. Programa n° 71 Tema: Medicina e espiritualidade; Dr. Rubens Cascapera.

2. O livro dos espíritos item 27.

3. Programa n ° 135Tema: transtorno obsessivo compulsivo TOC; Dr. Ercilia Zilli.

http://www.programatransicao.tv.br/programas.htm





SINOPSE - Capítulo 1

:D Sejam bem vindos! Ao nosso querido grupo de estudos, sintam-se abraçados, beijados e acolhidos no nosso cantinho de reflexão.

SINOPSE - Capítulo a capítulo
1ª Parte – Psicografia de Waldo Vieira
Cap 1 – André Luiz refletia sobre os desdobramentos subseqüentes à desencarnação e registra que “o nosso passado remoto descansa nos porões da memória”. Na nova situação (desencarnados) surgem angústias e conflitos até que nos acomodemos e aspiremos a nova reencarnação, para renovação e começo. Tais reflexões surgiram ao reparar que um companheiro seu em “Nosso Lar” (NL), trabalhador infatigável no auxílio ao próximo, humilde e lúcido, agora se mostrava arredio e desencantado. Esse amigo apresentava grandes angústias, por motivos familiares.




ANDRÉ LUIZ - é Autor Espiritual. Permaneceu no Umbral por oito anos. Recolhido ao “Nosso Lar” (Cidade Espiritual acima do Rio de Janeiro), depois de algum tempo, por méritos, obteve permissão para repassar para o plano físico os aprendizados que colheu.
E assim, sob a tutela do Espírito Emmanuel e outros benfeitores espirituais, aproximou-se do médium Francisco Cândido Xavier. Daí iniciou sublime apostolado.
Estava há quinze anos em “Nosso Lar” quando tomou conhecimento desta narrativa, baseada em fatos reais. Repassou-a aos médiuns citados alguns anos depois.
PEDRO NEVES/15 (d) – Advogado, caridoso, companheiro de A.Luiz em “Nosso Lar”. Surge angustiado, face problemas com familiares encarnados, que deixou há 40 anos...
ENEDINA/16 (d) – Esposa de Pedro Neves. Desencarnou por leviandade e desvarios.
JORGE e ERNESTO/17 – (e) Filhos de Pedro Neves e Enedina.
BEATRIZ/18 – (e) – Filha de Pedro Neves e Enedina. Alma afetuosa, enferma, em processo de desencarnação. É casada (com Nemésio).
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
vascolejar/16 = (verbo) agitar (um líquido em um vaso); revolver, agitar; perturbar;
tafulices/16 = (subst.fem.) – elegância e exagero no trajar; festividades;
(RIBEIRÃO PRETO/SP - MARÇO-2005/Eurípedes Kühl – Responsável Curso de Médiuns)


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

1ª sessão do estudo do livro "O Principiante Espírita"

Noções preliminares

1. É engano pensar que, para se convencerem, basta aos incrédulos
o testemunho dos fenômenos extraordinários. Aqueles que
não admitem a existência da alma, ou Espírito, no homem, também
não o admitem fora do homem. Assim, negam a causa e, em conseqüência,
negam os efeitos. Via de regra têm uma idéia preconcebida
e um propósito negativo, que impossibilitam a observação
exata e imparcial. Com isso levantam problemas e objeções que
não podem ser respondidas de modo completo porque cada uma
delas exigiria como que um curso, em que as coisas fossem expostas
desde o princípio.
Como essas objeções derivam, em grande parte, do desconhecimento
das causas dos fenômenos e das condições em que os
mesmos se verificam, um estudo prévio teria a vantagem de as
eliminar.

2. Imaginam os desconhecedores do Espiritismo que os fenômenos
espíritas podem ser produzidos do mesmo modo que as
experiências de Física ou de Química. Por isso pretendem submetêlos
à sua vontade e se recusam colocar-se nas condições exigidas
para poder observá-los.
Como, de início, não admitem a existência dos Espíritos e a
sua intervenção, assim desconhecendo a sua natureza e o seu modo
de agir, essas pessoas se comportam como se lidassem com a matéria
bruta. E porque não conseguem aquilo, concluem que não há
Espíritos. Entretanto, se se colocassem em ponto de vista diverso,
compreenderiam que os Espíritos não passam de almas dos homens; que todos nós, após a morte, seremos Espíritos; e que, então,
não teremos disposição para servir de joguete e satisfazer a fantasia
dos curiosos.

3. Mesmo quando certos fenômenos possam ser provocados,
não se acham, de modo algum, à disposição de ninguém, por
isso que provêm de inteligências livres. Quem se dissesse capaz de
os obter sempre que quisesse apenas provaria ignorância ou má-fé.
Há que esperar, para os colher de passagem. E, muitas vezes,
quando menos se espera é que se apresentam os fatos mais interessantes
e convincentes.
Nisto, como em tudo, os que desejam seriamente instruir-se
devem ter paciência e perseverança e se colocar nas condições
adequadas. Sem isto melhor será não cogitar do assunto.

4. As reuniões que visam as manifestações espíritas nem
sempre se acham em condições adequadas à obtenção de resultados
satisfatórios, ou a afirmar convicções. É forçoso, mesmo, convir
que por vezes os incrédulos saem menos convencidos do que entraram
e lançam em rosto dos que lhes falaram do caráter sério do
Espiritismo as coisas ridículas que testemunharam. É verdade que
neste particular não são mais lógicos do que aquele que pretendesse
julgar uma arte pelas primeiras demonstrações de um aprendiz,
ou uma pessoa pela sua caricatura ou, ainda, uma tragédia por sua
paróquia.
Também o Espiritismo tem os seus aprendizes. E quem quiser
informar-se não deve buscar os ensinos numa fonte única, porque
somente o exame comparado pode permitir se firme uma opinião.

5. Têm as reuniões frívolas o grande inconveniente de dar
aos novatos, que as assistem, uma falsa idéia do caráter do Espiritismo;
e os que só hajam freqüentado reuniões de tal espécie não
podem levar a sério uma coisa que aos seus olhos é tratada com somenos importância pelos que se dizem seus adeptos. Um estudo
prévio ensinar-lhes-á a avaliar o alcance daquilo que vêem e distinguir
entre o bom e o mau.

6. Idêntico raciocínio se aplica aos que julgam o Espiritismo
pelo que dizem algumas obras esquisitas, que o apresentam de
modo ridículo e incompleto.
Não pode o Espiritismo sério responder pelos que mal o compreendem,
ou o praticam em desacordo com os seus preceitos, do
mesmo modo que não responde a Poesia pelos que fazem versos
maus.
Deplora a existência de tais obras, prejudiciais à verdadeira ciência.
Na verdade seria preferível que só as houvesse boas. Entretanto,
o maior mal está em que não se dêem ao trabalho de as estudar
todas.
Aliás, todas as artes, como todas as ciências, estão no mesmo
caso. Não aparecem tratados cheios de erros e de absurdos sobre as
coisas mais sérias? Por que seria, em particular, o Espiritismo
privilegiado, principalmente em seu início?
Se os que o criticam não julgassem pelas aparências, saberiam
aquilo que ele admite e aquilo que ele rejeita e não o responsabilizariam
por aquilo que ele repele em nome da razão e da experiência.

extraído do livro "O Principiante Espírita" de Allan Kardec

terça-feira, 6 de setembro de 2011

NOVO GRUPO DE ESTUDOS: "SEXO E DESTINO" 09/09/2011 ás 21:00, no CIRCULO DE ESTUDOS ESPIRITA NO SL


:D Sejam bem vindos! Ao nosso querido grupo de estudos, sintam-se abraçados, beijados e acolhidos no nosso cantinho de reflexão.

É com muita alegria que venho convidá-los a participar nesta sexta feira, 09/09/2011, ás 21:00, do novo grupo de estudos, com base no livro: "Sexo e Destino" , um livro espírita, psicografado pelos médiuns Chico Xavier e Waldo Vieira, com autoria atribuída ao espírito André Luiz. Publicado pela Federação Espírita Brasileira no ano de 1963.

Dando continuidade, ao projeto de "Radio-noleva", que ocorre as Sexta-feiras, com utilização de audiobooks e reflexão sobre cada capitulo, no ambiente virtual, Second Life (também abreviado por SL[1]).

Para quem não conhece, "O Second Life é um ambiente virtual e tridimensional que simula em alguns aspectos a vida real e social do ser humano. Foi criado em 1999 e desenvolvido em 2003 e é mantido pela empresa Linden Lab[2] Dependendo do tipo de uso, pode ser encarado[3] como um jogo, um mero simulador, um comércio virtual ou uma rede social. O nome "second life" significa em inglês "segunda vida", que pode ser interpretado como uma "vida paralela", uma segunda vida além da vida "principal", "real". Dentro do próprio jogo, o jargão utilizado para se referir à "primeira vida", ou seja, à vida real do usuário, é "RL" ou "Real Life"[4] que se traduz literalmente por "vida real"."(wikipedia)


O grupo será Coordenado por Lys Blogger ( eu :D), thayanna zuta e Lindsay Castro. Onde será, também, postado no blog os capitulos e reflexões do grupo.
Aguardo vocês no SL e aqui no nosso Blog.

Abraços Fraternos,
e um ótimo dia com muita Paz, Luz e Amor!